TEMA DO ANO DE 2020 DA IEADBAM / CRIEADBAM / CNADB
UNIDADE SERVIÇO E CRESCIEMNTO (At 2. 42-47)

ORIENTAÇÃO GERAL PASTORAL N.º 003/2020

O Pastor Presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus do Brasil no Amazonas – IEADBAM e CRIEADBAM – Convenção Regional da Assembleia de Deus do Brasil na Amazônia, e respectiva Diretoria e da CNADB- Convenção nacional das Assembleia de Deus do Brasil, dando sequência aos esclarecimentos sobre a COVID 19, fazem as seguintes ORIENTAÇÕES:
Temos de saber que devemos seguir os protocolos determinados pelas autoridades médicas, mas nossa fé nos diz que tudo está nas mãos de Deus e nada para ele é impossível (Tg. 4.13-14) e, por fim, como não poderia deixar de ser percebido por aqueles que observam os tempos e as estações ( I Ts.5:1,2) e seus desdobramentos no contexto bíblico há o aspecto espiritual que devemos dessa crise retirar lições preciosas (Mt 24.44;.Fl 4:5).
Relembrando o chamamento do Diretor-Geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesu, quando declarou uma PANDEMIA do CORONA VÍRUS –COVID 19(gr. doença de todo o povo): “Preparem-se, detectem, protejam, tratem, reduzam o ciclo de transmissão, inovem e aprendam”.
É nessa perspectiva de alerta, de proteção, de mutualidade do cuidado do uns aos outros, do aprendizado, e da oportunidade de inovação, características precípuas dos discípulos do Divino Mestre e Companheiro do Caminho, Jesus; que:
⦁ como cristãos não devemos temer mal algum (Sl 23.4);
⦁ também somos chamados a não estarmos preocupados por coisa alguma (Fp 4.6-7);
⦁ sabemos que o único Deus Verdadeiro é quem controla a história (Sl 103.19);
⦁ o Senhor promete que todas as coisas, incluindo as dolorosas, cooperam juntamente para o nosso bem (Rm 8.28);
⦁ também Ele promete aos que crerem que a Sua paz que excede a todo o entendimento e compreensão humanas, guardará corações e pensamentos em Cristo Jesus (Fp 4.7);
⦁ assim, como cristãos, não devemos estar cativos ao medo, ao pânico e a desordem mas confiantes no nosso Deus que é o Deus de toda a Terra (Jó 37; Sl 18.2, Sl 91);
⦁ ao mesmo tempo somos chamados a ser prudentes, sábios e amar nosso próximo (Pv 13.16; Mc 12.31);
Assim, considerando que as reuniões congregacionais como: I) o ouvir os ensinos e exortações comunitárias da Palavra (cultos); II) o participar do partir do pão e da comunhão (Ceia do Senhor); III) o cantar louvores a Deus valendo-nos da vasta e rica hinódia sacra; IV) o orar em comunidade e em unidade de propósitos pelas causas do povo e das autoridades constituídas; e, V) o demonstrar afeição e afeto aos irmãos (comunhão), levando em conta as especificidades e peculiaridades locais, que exigem medidas e providências específicas conforme cada realidade, ORIENTAMOS que nos próximos dias, no âmbito da CRIEADBAM:
I. NÃO SUSPENDEREMOS AS REUNIÕES DE CULTOS PRESENCIAIS AOS DOMINGOS À NOITE NOS NOSSOS TEMPLOS (Templo Central e Congregações);
DETERMINANDO QUE NAS REUNIÕES:

  1. MANTENHAM-SE SEPARADAS e com espaçamento que permita movimentos livres à distância segura ao alcance de perdigotos e secreções ou líquidos corporais (suor, lágrima, etc); ocupar bancos salteadamente (banco sim, banco não) e, no que for possível, assentar-se EM NÚCLEOS FAMILIARES, na distância recomendada pelas autoridades sanitárias obedecendo ao DISTANCIAMENTO SOCIAL (sem apertos de mãos, abraços e beijos no rosto) ;
  2. RESGUARDEM-SE ao NÃO comparecimento às REUNIÕES DA IGREJA pessoas com algum sintoma de gripe, viroses, crise asmática e outras doenças pulmonares e respiratórias;
  3. OBSERVEM-SE as orientações das autoridades sanitárias de guardar-se de contatos sociais por 7 dias (NÃO VÁ AO CULTO OU OUTRAS REUNIÕES DA IGREJA NO TEMPLO NESSE PERÍODO) pessoa que venha de viagem internacional de qualquer origem, mesmo assintomática, e comunique essa circunstância ao seu Pastor ou dirigente por telefone ou aplicativo;
  4. MANTER-SE EM ISOLAMENTO pessoas já diagnosticadas com a doença COVID19, em conformidade com orientação médica (quarentena mínima de 14 dias a partir dos sintomas) e NÃO COMPARECER às reuniões da igreja NO TEMPLO, informando ao SEU Pastor ou dirigente via telefone ou aplicativo;
  5. MANTER, durante as reuniões, janelas e portas dos templos abertas e ventiladores econdicionadores de ar ligados, visando a circulação e arejamento do ambiente;
  6. MANTER E REDOBRAR CUIDADOS com a higiene pessoal corporal não só por conta da questão sanitária deste momento que exige uma atitude de cidadania e de amor ao próximo (tomar os banhos requeridos, lavar as mãos – dedos, unhas, punhos palma e dorso, e o rosto com água e sabão, ou uso do álcool em gel 70% para as mãos, caso não tenha água e sabão disponíveis, antes de leva-las à boca, olhos e nariz, ou de alimentar-se e uso de trajes limpos). O uso de máscara somente para os profissionais da saúde ou quem esteja em tratamento de alguma doença respiratória e pulmonar, idosos, pessoas imunodeprimidas, (com baixa imunidade medicamentosa ou doença autoimune) com doenças crônicas que necessitem frequentar reuniões ou viajar. Neste caso se for absolutamente necessário;
    7. RECOMENDA-SE que estas medidas de contenção social sejam levadas a sério nas outras esferas da vida. No trabalho, na escola, etc, observando as orientações das autoridades de saúde. Devemos ser sal e luz, dando o exemplo do que é um cidadão que ama e procura a paz da cidade (Mt 5.13-16; Jr 29.7).
    II. SUSPENDER, NO ÂMBITO DA CRIEADBAM, REUNIÕES DE ORAÇÃO PRESENCIAIS, ENSAIOS, CULTOS COMEMORATIVOS, CULTOS DE ESTUDOS BÍBLICOS PRESENCIAIS, VIGÍLIAS COMUNITÁRIAS REUNIÃO DE PROFESSORES DA EBDC, RCC (Reunião das Classes em Casas), REUNIÕES PRESENCIAIS DOS CIRCULOS DE ORAÇÃO
    III. OUTRAS ORIENTAÇÕES GERAIS RELACIONADAS À COMUNIDADE IEADBAM/CRIEADBAM/
  7. EVITAR-SE a participação em ajuntamentos sociais desnecessários como meio de conter a velocidade de propagação do vírus, como medida de PROTEÇÃO e prevenção em demonstração de amor ao próximo, sem contatos corporais efusivos (apertos de mão, beijos e abraços). Não se trata de termos ou não medo da enfermidade ou do sofrimento dela decorrente, mas de cuidarmos e servirmos às pessoas que nos cercam, poupando-as de eventuais constrangimentos, assim como cuidando da cidade ou localidade onde vivemos. Não precisamos salvar o mundo para salvar o mundo. Basta que cuidemos de nós mesmos e do próximo e estremos salvando o mundo.
  8. RECOMENDA-SE a pessoas que se encontrem na faixa etária de maior risco de agravamento da doença e de maior taxa de morbidade (60 anos ou mais), por terem respostas imunológicas mais baixas, a adotarem maior grau de cuidado e resguardo de aglomerações e de ambientes insalubres e hostis à sua integridade orgânica;
    3.RECOMENDA-SE O NÃO COMPARECIMENTO ÀS REUNIÕES DA IGREJA, até ulterior deliberação pessoas com alguma enfermidade pré-existente (diabetes não controlada, renal crônico, hepatites, etc) visando proteger-se com maior cuidado assim como aquelas em tratamento de alguma doença pulmonar e respiratória, ou doença autoimune;
  9. REDOBREM-SE EM CUIDADOS E RESGUARDEM-SE pessoas que atuam em serviços de enfermagem e profissionais de saúde em serviço e, também quando estiverem em ambientes sociais fora dele; Igualmente gestantes, puérperas, mulheres em fase de amamentação, idosos, doentes crônicos e pessoas com baixa imunidade, as quais as autoridades sanitárias tem recomendado o uso de máscara de proteção (N-39 de preferência), caso necessitem fazer algum deslocamento ou participar de alguma interação social;
  10. RECOMENDA-SE também que esse momento seja aproveitado com mais intensidade e desvelo, aos que vivem em famílias, a cultuarem a Deus juntos. Nesse sentido estaremos fazendo TELECULTOS DE ENSINO ÀS TERÇAS FEIRAS em LIVES nos canais do YOUTUBE (ieadbamoficial), INSTAGRAM (igreja_ieadbam ) e FACE BOOK (ieadbamoficial) e SITE da IEADBAM (WWW.ieadbam.com.br) e da CNADB (www.cnadb.com.br)
  11. FICA DETERMINADO, NO ÂMBITO DA CRIEADBAM, QUE EM CASOS DE ÓBITO, POR QUALQUER CAUSA, DE MEMBROS, CONGREGADOS E PARENTES, O SERVIÇO DO FUNERAL NÃO SERÁ REALIZADO EM NOSSOS TEMPLOS, ENQUANTO DURAREM AS MEDIDAS DE RESTRIÇÃO SOCIAL POR CONTA DA EPIDEMIA DO COVID 19 EM NOSSO PAÍS, TENDO EM VISTA QUE O BEM COLETIVO TEM PREFERÊNCIA SOBRE AS NECESSIDADES INDIVIDUAIS.
  12. REITERA-SE, nossa permanente missão de anunciar a esperança do Evangelho aos que se encontram aflitos e temerosos. Se houver oportunidade, que possamos servir aos doentes e aos que estão sofrendo, como sempre foi e é a práxis da igreja de Cristo em outras ocasiões da história. E que nos unamos em oração, suplicando para que esta seja ocasião propícia para que homens e mulheres pecadores se voltem para a grande graça de Deus em Cristo Jesus, que não apenas perdoa pecados por meio de sua morte na cruz, mas também nos dá a esperança da vida eterna por meio de sua gloriosa e poderosa ressurreição (Jo 11.25-26; Rm 4.24-25).
    Nesse sentido, estamos convocando todo o povo de Deus da IEADBAM/CRIEADBAM/CNADB, a encetarmos um PROGRAMA DE ORAÇÃO NOS LARES, INTENSIVA, EXTENSIVA E UNÂNIME a favor de nossa Pátria e às demais nações da Terra, porque cremos que a vitória é sempre nossa. A vitória é do povo de Deus, posto que: “se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” (2 Cr 7:14). A recomendação apostólica é bem atual e adequada à presente circunstância, quando diz: Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos (Ef 6.17, 18).
    Por fim, no decorrer dos acontecimentos estaremos expedindo as orientações e medidas que julguemos necessárias ao melhor andamento da Obra do Mestre, sem prejuízo de observância às orientações oficiais vindas das autoridades sanitárias. E como diz a canção da cantora Marcela Taís: “Muita calma nessa alma. Vai ficar tudo bem. Muita calma nessa alma. Lembre-se de quem você tem”.
    Manaus, 19 de março de 2020
    Em Cristo ELILDE MOTA DE MENEZES
    PASTOR PRESIDENTE
Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2014 CNADB by CNADB 2019

Siga-nos: